Engenharias

A Faculdade de Engenharia da UFJF conta com 10 cursos de Graduação, 3 cursos de Pós-Graduação (Especialização) e 3 de Mestrado e Doutorado.

Cursos de Graduação: 


 

  • Engenharia Civil: O principal objetivo do curso é formar profissionais competentes para atuarem em Engenharia Civil, considerando ainda as seguintes características: formação de engenharia a partir da natureza geral do conhecimento próprio de engenharia; competências e habilidades dentro da base tecnológica; desempenho das atividades dentro do preconizado pela legislação atual e em consonância com as necessidades da sociedade; perfil geral e específico esperado para o profissional formado pela UFJF; sintonizados com o que ocorre local, regional e nacionalmente sem perder de vista o que acontece no mundo atual; profissionais dentro dos princípios da ética profissional, oferecendo seu saber para o bem da humanidade, para os interesses da coletividade e preservando a incolumidade pública.

 

  •  Engenharia Ambiental e Sanitária:  O Bacharel em Engenharia Ambiental e Sanitária da UFJF atua no planejamento, na gestão ambiental e na tecnologia ambiental e sanitária. Em sua atividade, projeta e acompanha a execução de infraestruturas, instalações operacionais e serviços de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, drenagem e manejo das águas pluviais urbanas e urbanização. Avalia e analisa os impactos ambientais de empreendimentos nos ecossistemas naturais e propõe ações de preservação, conservação e recuperação do meio ambiente. Coordena e supervisiona equipes de trabalho, realiza pesquisa científica e tecnológica e estudos de viabilidade técnico-econômica; executa e fiscaliza obras e serviços técnicos; efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres. Em sua atuação, considera a ética, a segurança, a legislação e os impactos sócio-ambientais.

 

  • Engenharia Computacional: O curso de Engenharia Computacional, o computador passa de objetivo central a meio. O objetivo do curso é o estudo de diferentes áreas da Ciência e das Engenharias através de ferramentas computacionais. Os dois cursos de engenharia possuem aspectos semelhantes e comuns, notadamente aqueles relacionados ao desenvolvimento de ferramentas computacionais de software. Porém o curso de Engenharia Computacional faz uma integração horizontal de diversas áreas do conhecimento: software e sistemas computacionais, matemática computacional, modelagem computacional, aplicadas à resolução de problemas diversos da Ciência e das Engenharias, como os da Engenharia Civil, Elétrica, Ambiental, de Produção, Mecânica, de Petróleo, Biologia, Física, Química, etc.

 

  • Engenharia Elétrica – Energia:  A crescente demanda por energia tornou-se tópico de imensa importância e interesse para cidadãos, indústrias e governos em todo o mundo. Esta é a condição para a existência da indústria, dos meios de transporte e até mesmo da agricultura e da vida urbana. Enfim, é a condição para a existência de nossa sociedade como a conhecemos.

 

  • Engenharia Elétrica – Robótica e Automação Industrial: O curso de graduação em Engenharia Elétrica – Robótica e Automação Industrial visa formar engenheiros da área da eletricidade com sólida formação científica e profissional geral, que capacite o engenheiro a absorver e desenvolver novas tecnologias permitindo a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos econômicos, sociais e ambientais, com visão ética e humanística em atendimento às demandas da sociedade.

 

  • Engenharia Elétrica – Sistemas de Potência: O curso de Engenharia Elétrica – Sistemas de Potência é um profissional com formação ampla capaz de atuar nas diversas áreas de conhecimento dentro da base tecnológica da Engenharia Elétrica (eletrônica, energia, automação industrial e telecomunicações) com o diferencial de atender de forma especializada nas áreas de geração, transmissão, distribuição de energia e setores industriais. O profissional formado em Engenharia Elétrica – Sistemas de Potência atua desde a especificação de equipamentos elétricos até planejamento e gerenciamento de sistemas elétricos de grande porte.

 

  • Engenharia Elétrica – Sistemas Eletrônicos: O curso de Engenharia Elétrica – Sistemas Eletrônicos é um profissional com formação generalista capaz de atuar nas diversas áreas de conhecimento dentro da base tecnológica da Engenharia Elétrica (eletrônica, energia, automação industrial e telecomunicações), também adquirindo conteúdos específicos da área. Este profissional tem o diferencial de atender de forma especializada nas áreas de sistemas analógicos, sistemas digitais e sistemas embarcados. Sua formação abrange desde a especificação de equipamentos eletro-eletrônicos,  análise de circuitos, concepção de sistemas eletrônicos diversos, simulação computacional e projeto de sistemas eletrônicos analógicos e digitais.

 

  • Engenharia Elétrica – Telecomunicações: É esperado que o profissional da área de telecomunicações seja capaz de não apenas desenvolver novas tecnologias, mas também ser agente para a concepção e introdução de novas aplicações para as mesmas tecnologias em diferentes ramos: residencial, comercial, industrial, petrolífero, energia, marítimo, aeroespacial, veicular, etc. A justificativa para existência do curso é a importância do Engenheiro de Telecomunicações no mundo globalizado, a crescente demanda no mercado de trabalho por profissionais desta área e os amplos laços que podem ser estabelecidos com atividades de ensino, pesquisa e extensão.

 

  • Engenharia de Produção: Com o grau de complexidade dos produtos (bens ou serviços) e as demandas atuais em termos de produtividade e competitividade, exigem mais do que isto. Faz-se necessário a presença de um profissional capaz de conceber, projetar, modelar, implantar, gerir, melhorar e descartar estes sistemas complexos, com base também em um conhecimento voltado para solução de problemas, que é próprio da Engenharia e que é baseado no chamado raciocínio lógico em cuja raiz está, principalmente, a matemática e a física, complementados por representação gráfica, química, materiais, mecânica, energia, computação, etc.
    Este conhecimento próprio da Engenharia é o que permite ao profissional estruturar bens ou serviços ou organizações que ainda não existem (projetar) ou desestruturar o que existe, para resolver problemas ou implantar melhorias sobre os mesmos, a partir dos seus componentes mais primários. O Engenheiro de Produção acrescenta à estas habilidades, que são próprias dos Engenheiros de uma maneira geral, a capacidade de “estruturar” e “desestruturar” com base no conjunto de subáreas que forma a base tecnológica da Engenharia de Produção o que o torna o Engenheiro da Organização.


 

  • Engenharia Mecânica: O curso de graduação em Engenharia Mecânica propõe-se a formar profissionais capazes de responder rapidamente às exigências atuais e às tendências futuras da indústria, como também promover mudanças estruturais por sua capacidade crítica, analítica e criativa. O Engenheiro Mecânico tem formação generalista, ou seja, sem uma ênfase específica, mas abordando os principais eixos da formação de um engenheiro mecânico: Projeto de Máquinas e Automação; Máquinas Térmicas e Máquinas de Fluxo; Materiais e Processos de Fabricação.
    Sua atuação, porém, não é isolada. Na área de processos, por exemplo, ele divide espaço com o engenheiro químico; na de geração de energia, com o engenheiro eletricista. Embora a indústria metal-mecânica absorva grande parte destes profissionais, há outros segmentos de forte atuação: aeronáutico, aeroespacial, naval, ferroviário, alimentício, financeiro, manutenção, papel e celulose, energia, usinas de açúcar e álcool, petróleo e gás.


 

Cursos de Pós-Graduação (Especialização):


 


 

  • Engenharia e Segurança no TrabalhoSegurança do Trabalho é um conjunto de Ciências e Tecnologias que procuram a proteção do trabalhador no seu local de trabalho, no que se refere à questão da consciência e da higiene do trabalho. O seu objetivo básico envolve a prevenção de acidentes. É uma área da Engenharia e de Medicina do Trabalho cujo objetivo é identificar, avaliar e controlar situações de risco, proporcionando um ambiente de trabalho mais seguro e saudável para as pessoas.

 

 

 

  • Engenharia de ProduçãoO objetivo deste curso é oferecer uma oportunidade de atualização e especialização no campo da Engenharia de Produção para profissionais interessados ou já trabalhando na área de Engenharia e Administração da Produção, através de conteúdos relacionados à Gestão de Produção e de Serviços. São englobados aspectos de Produção Sustentável, Gestão de Projetos, Logística, Controle da Produção, Tecnologia da Informação, Qualidade, Métodos de Análise da Decisão, Empreendedorismo, Marketing, Gestão Ambiental, Metodologia Científica e outras matérias auxiliares. Este conjunto de conteúdos fornece ao profissional habilidades imprescindíveis no mercado de trabalho do mundo globalizado atual.

 

Cursos de Mestrado e Doutorado: 


 

  • Mestrado e Doutorado em Engenharia ElétricaAs áreas de concentração dos Cursos, Sistemas de Energia Elétrica e Sistemas Eletrônicos, têm por objetivo a formação de recursos humanos, a realização da pesquisa e o aprofundamento dos estudos técnicos e científicos.

 

  • Mestrado e Doutorado em Modelagem Computacional Atualmente com conceito 4, os cursos de Mestrado e Doutorado propõe­m-se a formar profissionais que tenham uma compreensão ampla das técnicas de modelagem computacional. Para isso são estudados modelos oriundos de duas áreas inter-­relacionadas, mas que usualmente não são abordadas num mesmo curso, a Ciência da Computação e a Computação Científica. Além de abordar a parte teórica, que vai da descrição matemática dos problemas até o desenvolvimento e teste de modelos, o curso aborda também a parte aplicada, envolvendo a criação de sistemas computacionais para a implementação eficiente das soluções encontradas. Deste modo, o perfil do profissional formado por este Programa é diferente daquele dos formados em áreas afins, pois este profissional, além de um sólido embasamento conceitual, adquire também a habilidade de aplicar o conhecimento obtido.
    O programa conta com uma área de concentração, Modelagem Computacional, e duas linhas de pesquisa: Métodos Computacionais Aplicados e Sistemas Computacionais Aplicados. A descrição destas linhas pode ser vista aqui.

 

  • Mestrado em Ambiente Construído: A área de concentração Ambiente Construído  é justificada através das práticas de pesquisa, ensino e extensão desenvolvidas pelos docentes participantes do programa;  pela necessidade de uma proposta que se diferencie dos Programas de Pós-graduação  existentes no Brasil. E, finalmente, por ser considerar o ambiente construído  uma fértil via de conhecimento, pois inclui as etapas de projetos, técnicas e gestão do seu processo de criação e de sua consolidação. Nesse sentido, a presença do trabalho profissional de áreas distintas (sociais aplicadas e engenharias), no conjunto das etapas que organizam o ambiente construído, assume como sua base fundante a questão de habitabilidade e sustentabilidade em suas expressões e particularidades.